DIREITOS DOS IDOSOS | Paulo Paim reforça importância do Estatuto do Idoso

Jurídico

Agência Senado – Em pronunciamento, o senador Paulo Paim (PT-RS) lembrou os 14 anos de aprovação do Estatuto do Idoso e frisou que a lei se torna mais importante diante do envelhecimento da população.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde citados pelo senador, em 2025 pela primeira vez na história haverá mais idosos do que crianças no mundo. Ele considera indispensável preservar a cobertura social para os idosos e afirmou que a proposta de reforma da Previdência prejudica essa parcela da sociedade ao retirar direitos históricos. 

— Estamos diante de visões estatísticas mecanicistas, que levam em consideração apenas os números captados do passado, sem a necessária transposição para os tempos futuros, sem apresentação do salto qualitativo presente nas análises históricas. Não é o envelhecimento da população que vai trazer caos à Previdência, mas a ineficiência do sistema, o desvio de verba da seguridade de suas finalidades — explicou. 

O senador afirmou que o Estatuto do Idoso é a realização do sonho de milhões de brasileiros e o exemplo de sua aprovação tornou possível outras leis, como as que defendem a igualdade racial, a juventude e a pessoa com deficiência.