FIQUE ATENTO | Mais de 20 mil pessoas ainda não fizeram prova de vida do INSS na região

Nos Estados

Prazo para regularizar a situação terminou em fevereiro. Pagamento de benefícios é bloqueado até que o procedimento seja feito.

G1 - Mais de 20 mil pessoas que recebem algum tipo de benefício do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), nas regiões de Sorocaba e Jundiaí (SP), ainda não comprovaram que estão vivas.

A atividade é essencial para continuar recebendo o auxílio. O primeiro prazo estipulado para a prova de vida terminou no dia 31 de dezembro de 2017, mas foi estendido até o fim de fevereiro.

Apesar disso, mais de 2,4 milhões de pessoas em todo o país ainda não fizeram o reconhecimento de vida.

De acordo com o INSS, o pagamento do benefício é bloqueado até que seja feita a regularização. A prova de vida é uma forma de certificar a existência dessas pessoas.

Para regularizar a situação é preciso ir ao banco em que recebem o pagamento com documento oficial com foto e procurar o serviço "Prova de Vida".

Se a pessoa estiver internada ou impossibilitada de locomoção, o representante deve providenciar o laudo médico explicando a situação e leva-lo ao INSS e, após, à agencia bancária.