CORTE | INSS suspenderá benefícios de 10,6 mil segurados no Rio

Notícias

Grupo não agendou perícia após convocação pelo Diário Oficial

O DIA - Mais de 10,6 mil segurados do INSS no Rio que recebem auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez vão ter seus benefícios suspensos. Esse pessoal não agendou perícia-médica até a última sexta-feira nas agências da Previdência. Em todo o país, segundo o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), 118.268 pessoas vão deixar de receber o pagamento mensal por conta do pente-fino.

Os segurados foram convocados para fazer exames nos postos do INSS e tiveram seus nomes publicados no Diário Oficial da União em 12 de abril. O prazo de agendamento terminou na sexta-feira.

O pagamento só vai ser retomado se os segurados do INSS marcarem o exame nos próximos 60 dias. Se não procurar a agência do instituto neste prazo, o pagamento do benefício será cancelado definitivamente.

Somente 3,1 MIL agendaram

No Rio, conforme o MDS informou ao DIA, 13.880 segurados, sendo 11.023 aposentados por invalidez e 2.857 em auxílios-doenças, tiveram os nomes publicados no DO. Deste total, apenas 3.175 agendaram (451 que recebem auxílio-doença e 2.724 aposentadorias por invalidez) e 10.605 não fizeram a marcação do exame e terão os benefícios suspensos.

No país, 152.269 foram chamados e somente 34.001 atenderam à convocação. Assim, 118.268 vão perder o pagamento a partir deste mês.

O ministério ressaltou que o segurado deverá procurar o INSS para agendar a perícia por meio da Central 135. Na data marcada para a fazer a avaliação, ele deve levar a documentação médica disponível como atestados, laudos, receitas e exames.